Deseja subscrever o nosso blog?

7 Dicas Para Parar as Lutas Entre Gatos

A paz da sua casa é regularmente interrompida por lutas entre gatos, arranhões e patadas?

Às vezes, os nossos queridos gatos simplesmente não se entendem! E embora seja normal que os seus animais de companhia tenham discórdias ocasionais, é importante tentar intervir em discussões regulares entre gatos para impedir que os problemas escalem.

Felizmente, há muitas formas de encorajar nossos animais de estimação a serem amigos em vez de inimigos, ou pelo menos gatos civilizados - tenha em mente que os gatos às vezes podem ser solitários e nunca querer ser sociável com outros amigos peludos!

Dicas Para Que Os Seus Gatos Parem De Lutar

1. Identifique as causas de conflito

A melhor forma de impedir que os seus gatos briguem é identificar a causa! Se não tem a certeza do motivo da discórdia dos seus animais de companhia, a primeira coisa a fazer é observá-los e procurar os gatilhos do comportamento indesejado ao longo do dia:

  • Os seus animais de estimação brigam mais à hora das refeições ou perto dos recursos de comida e água?
  • Eles entram em conflito perto dos horários de jogo? Eles lutam pela sua atenção?
  • Serão as brigas devidas à falta de espaço individual ou de esconderijos?

Depois de identificar as causas de conflito entre gatos, pode começar a limitar o conflito. No entanto, se ainda não tem certeza do que está a causar o conflito entre os seus gatos, comece a pensar sobre gatilhos comuns, como território, recursos, superexcitação - e doença, se eles parecem estar a agir de forma estranha.dois gatos em conflito

2. Pense no território

Desentendimentos sobre espaço e território são muito comuns nos nossos gatos! Se não houver espaço suficiente para se esconder, escalar, dormir e empoleirar para cada um dos seus gatos individualmente, poderá ver conflito relacionado com o território.

Certifique-se de que os seus animais de companhia têm espaço individual suficiente para onde possam escapar; partilhar o espaço muito próximo de outros gatos pode causar stresse, especialmente se eles quiserem evitar conflitos.

3. Aumente os recursos dos gatos

Assim como os conflitos territoriais, a falta de recursos individuais, como tigelas de comida e água, arranhadores e caixas de areia pode causar conflitos.

Procure ter um de cada recurso (mais um extra) para cada gato da casa e verifique se estão facilmente acessíveis.

4. Tenha cuidado com as recompensas e atenção

Todos nós gostamos de tratar dos nossos gatos - mas poderá estar recompensar o mau comportamento por engano? Embora seja bom dar guloseimas e atenção para acalmar os seus gatos e limitar a agressão, isso pode reforçar e recompensar os comportamentos de luta. Tente dar atenção ou mimos aos seus gatos apenas quando eles estiverem calmos. Pode sempre tentar redirecionar o comportamento agressivo, antes que ele aumente, com uma distração - ou um barulho alto repentino.

Se a comida não é a causa do conflito, a hora das refeições pode ser um bom momento para os seus gatos se ajustarem à presença uns dos outros de forma positiva. Certifique-se de que recompensa os seus gatos por permanecerem calmos e não serem agressivos quando estiverem juntos!

Brincadeiras individuais diárias com os seus animais de companhia também podem limitar a competição agressiva pela sua atenção - e ajudar os seus gatos a queimar qualquer energia extra!

5. Reinicie e controle as introduções

Às vezes, os maus hábitos são difíceis de parar! Para animais de companhia que lutam há muito tempo, pode ser difícil mudar o comportamento.

Nessa situação, muitas vezes ajuda voltar ao básico; imagine que acabou de apresentar os seus gatos pela primeira vez. Frequentemente, um dos gatos tende a iniciar situações de conflito. Por isso, comece por mover este gato para um "espaço seguro" na casa, limitando-o a esta divisão, e siga as etapas para apresentar os seus gatos um ao outro de forma gradual e calma, como se fossem estranhos.

É aconselhável separar os seus gatos se as lutas estiverem a causar ferimentos, especialmente se um ou ambos os gatos começarem a ficar doentes devido ao stresse, ou se começar a observar comportamentos de se esconder e evitação.

Em seguida, volte a apresentar os seus gatos de forma controlada; introduções apenas visuais, colocando barreiras entre eles para evitar a agressão e guloseimas para incentivar um comportamento calmo podem ajudá-los a aprender a conviver.

6. Consulte o seu veterinário assistente

Ninguém conhece os seus gatos como você! Por isso, se os seus gatos normalmente calmos e pacíficos começaram a lutar entre si, é sensato consultar o seu veterinário para ter a certeza de que tudo está bem - às vezes comportamentos agressivos podem ser um sinal de que o gato não está a sentir-se bem!

7. Experimente FELIWAY FRIENDS 

Criar um ambiente harmonioso em sua casa deverá encorajar os seus gatos a agirem com gentileza uns com os outros! O difusor FELIWAY FRIENDS pode ajudar a reduzir o conflito entre gatos que vivem juntos e limitar os sinais como bloqueios, olhar fixo e perseguição. Clinicamente comprovado e recomendado por veterinários para ajudar os gatos a darem-se melhor em casa, o FELIWAY FRIENDS pode mantê-los em harmonia constante.

Deixe um comentário

Deseja se inscrever no nosso blog?